Adote um cachorro filhote ou adulto da Acãochego

Ir para página principal

Colabore com a Acãochego


COMUNICADO

Padrinhos, doadores, seguidores e simpatizantes,

Estamos enfrentando uma situação e precisamos nos comunicar de forma transparente.

Nossa conta bancária foi temporariamente suspensa por dificuldades burocráticas. Precisamos atualizar nossos documentos da Diretoria que hoje é composta apenas por mim, Vera. Há tempos buscamos novos diretores que possam atuar de forma direta na constituição da ONG mas infelizmente não temos tido sucesso. Por causa dessas dificuldades estamos tentando mudar o nosso formato jurídico e isso pode levar um tempo.

Apesar dos entraves burocráticos, os mais de 300 animais seguem precisando de cuidados e as doações são imprescindíveis para a manutenção da ONG.

Gostaríamos de pedir um voto de confiança neste período. Que as doações sejam feitas na minha conta corrente pessoal. Quando estiver normalizado retomaremos a conta corrente da Acãochego imediatamente.

Dados da conta corrente para deposito (no momento):

Banco: 237 - Bradesco
Agência: 2958
Conta Poupança: 296255-1
Titular: Vera Lúcia Gonçalves Leite
CPF: 070.170.658-91

Agradecemos a compreensão e esperamos continuar contando com a colaboração de quem sempre nos ajudou a manter este trabalho em pé e os cães fora de risco.

Vera Leite

Existem várias maneiras de colaborar com a Acãochego, seguem abaixo algumas sugestões:


  • Financeiramente
  • 1. Através de depósito bancário, de qualquer parte do País ou Exterior:

    Banco: 237 - Bradesco
    Agência: 2958
    Conta Poupança: 296255-1
    Titular: Vera Lúcia Gonçalves Leite
    CPF: 070.170.658-91

    2. Através de doação feita pelo PagSeguro (cartão de crédito, débito em conta ou boleto bancário):

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!



  • Doações
  • 1. Ração, vasilhas, jornais, etc;

    2. Medicamentos, vermífugos, anti-pulgas, vitaminas e vacinas (V8, V10, anti-rábica, etc);

    3. Produtos de limpeza como cloro, desinfetantes, baldes, vassouras, etc;

    4. Caixas de transporte (cachorro de porte médio/grande)

    5. Materias de construção;

    6. Serviços gráficos ou de confecção;



  • Voluntariado
  • Sendo voluntário em alguma de nossas ações. Conheça a lei do voluntariado clicando aqui.

    Nosso e-mail para contato: voluntario@acaochego.org.



  • Apadrinhamento
  • É possível apadrinhar um cãozinho fazendo depósitos mensais com valores a partir de R$20,00. Para apadrinhar, escolha um ou mais cãeszinhos e nos envie um e-mail: apadrinhamento@acaochego.org.



  • O que é consumido mensalmente
  • Produto de higiene e limpeza dos canis:
    • 75 litros de cloro;
    • 80 litros de sabão de coco;
    • 10 vassouras de nylon duro;
    • 10 litros de essência de desinfetante (diluídas rendem 100 litros de desinfetante);
    • 2 litros Triatox (contra pulgas e carrapatos).

    Para os cães:
    • Higiene: 25 litros de shampoo;
    • Medicamentos em geral: antibióticos, anti-inflamatórios, remédios para ouvido (limpeza e tratamento), sarna comum e demodécica, artrose/artrite, vermífugos, antipulgas, vitaminas, vacinas, etc.
    Alimentação:
    • 4 toneladas de ração;
    • 30 kg de arroz, 10 kg de pé de frango, 10 kg de fígado de galinha (para complementar a alimentação dos idosos, filhotes e doentes).

    Diversos:
    • Despesas com veterinário (consultas, internações, castrações e demais cirurgias e procedimentos);
    • Pagamento dos funcionários, água, luz e impostos;
    • Construção e manutenção de canis;
    • Manutenção e reformas em geral das casas.

    Extras:
    • Cirurgias ortopédicas e especiais, etc.

LEI DO VOLUNTARIADO

Lei n° 9608, de 18 de fevereiro de 1998
Dispõe sobre o serviço voluntário e dá outras providências

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1° - Considera-se serviço voluntário, para fins desta Lei, a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza ou instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade.
* Parágrafo único: O serviço voluntário não gera vínculo empregatício nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim.

Art. 2° - O serviço voluntário será exercido mediante a celebração de termo de adesão entre a entidade, pública ou privada, e o prestador do serviço voluntário, dele devendo constar o objeto e as condições do seu serviço.

Art. 3° - O prestador do serviço voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias. Parágrafo único: As despesas a serem ressarcidas deverão estar expressamente autorizadas pela entidade a que for prestado o serviço voluntário.

Art. 4° - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 5° - Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 18 de fevereiro de 1998; 117 da Independência e 110 da República.
FERNANDO HENRIQUE CARDOSO

Acaochego.org