Adote um cachorro filhote ou adulto da Acãochego

Ir para página principal

Colabore com a Acãochego


Existem várias maneiras de colaborar com a Acãochego, seguem abaixo algumas sugestões:


  • Financeiramente
  • 1. Através de depósito bancário, de qualquer parte do País ou Exterior:

    Associação Protetora de Animais Abandonados - Acãochego
    Banco: 237 - Bradesco
    Agência: 2958
    Conta Corrente: 5276-0

    2. Através de doação feita pelo PagSeguro (cartão de crédito, débito em conta ou boleto bancário):

    Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!


  • Doações
  • 1. Ração, vasilhas, jornais, etc;

    2. Medicamentos, vermífugos, anti-pulgas, vitaminas e vacinas (V8, V10, anti-rábica, etc);

    3. Produtos de limpeza como cloro, desinfetantes, baldes, vassouras, etc;

    4. Caixas de transporte (cachorro de porte médio/grande)

    5. Materias de construção;

    6. Serviços gráficos ou de confecção;



  • Voluntariado
  • Sendo voluntário em alguma de nossas ações. Conheça a lei do voluntariado clicando aqui.

    Nosso e-mail para contato: voluntario@acaochego.org.



  • Apadrinhamento
  • É possível apadrinhar um cãozinho fazendo depósitos mensais com valores a partir de R$20,00. Para apadrinhar, escolha um ou mais cãeszinhos e nos envie um e-mail: apadrinhamento@acaochego.org.



  • O que é consumido mensalmente
  • Produto de higiene e limpeza dos canis:
    • 75 litros de cloro;
    • 80 litros de sabão de coco;
    • 10 vassouras de nylon duro;
    • 10 litros de essência de desinfetante (diluídas rendem 100 litros de desinfetante);
    • 2 litros Triatox (contra pulgas e carrapatos).

    Para os cães:
    • Higiene: 25 litros de shampoo;
    • Medicamentos em geral: antibióticos, anti-inflamatórios, remédios para ouvido (limpeza e tratamento), sarna comum e demodécica, artrose/artrite, vermífugos, antipulgas, vitaminas, vacinas, etc.
    Alimentação:
    • 4 toneladas de ração;
    • 30 kg de arroz, 10 kg de pé de frango, 10 kg de fígado de galinha (para complementar a alimentação dos idosos, filhotes e doentes).

    Diversos:
    • Despesas com veterinário (consultas, internações, castrações e demais cirurgias e procedimentos);
    • Pagamento dos funcionários, água, luz e impostos;
    • Construção e manutenção de canis;
    • Manutenção e reformas em geral das casas.

    Extras:
    • Cirurgias ortopédicas e especiais, etc.

LEI DO VOLUNTARIADO

Lei n° 9608, de 18 de fevereiro de 1998
Dispõe sobre o serviço voluntário e dá outras providências

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1° - Considera-se serviço voluntário, para fins desta Lei, a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza ou instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade.
* Parágrafo único: O serviço voluntário não gera vínculo empregatício nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim.

Art. 2° - O serviço voluntário será exercido mediante a celebração de termo de adesão entre a entidade, pública ou privada, e o prestador do serviço voluntário, dele devendo constar o objeto e as condições do seu serviço.

Art. 3° - O prestador do serviço voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias. Parágrafo único: As despesas a serem ressarcidas deverão estar expressamente autorizadas pela entidade a que for prestado o serviço voluntário.

Art. 4° - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 5° - Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 18 de fevereiro de 1998; 117 da Independência e 110 da República.
FERNANDO HENRIQUE CARDOSO

Acaochego.org